11 Perguntas para te ajudar a encontrar do rumo da sua vida

Quinta-feira a noite, essa é a hora em que começa a tua expectativa pro final de semana, sexta-feira as 6 horas quando você sai do trabalho é quando a sua vida começa, e ela dura até o sábado de madrugada quando você volta pra casa da sua balada. O domingo é apenas um dia caótico, onde você  ouve a voz do Faustão o dia inteiro, e só de lembrar que segunda-feira esta chegando, dá uma sensação ruim.

Se a sua vida é assim, é um péssimo sinal.

Você trabalha de segunda à sexta, para sustentar uma vida de sábado à domingo.

Como diria o Osho, o mundo é um caos por que tem pessoas erradas fazendo coisas que não nasceram pra fazer, vivem infelizes. Posso citar o Clube da luta também com aquela frase genial:

“Trabalhamos em empregos que não gostamos, pra comprar coisas que não precisamos”

Muitas pessoas me pedem como descobrir o seu propósito. “Como saber se eu estou no caminho certo, como saber o que eu vou fazer da minha vida?”

Graças a Deus eu descobri o meu propósito, eu ouvi a minha intuição, então além de ouvir a própria intuição, ou a voz do coração, eu vou te fazer 11 perguntas. E após cada pergunta vai refletir e ouvir a tua intuição.

(Isso aqui não é nenhuma forma mágica, é apenas uma tentativa minha de te ajudar a encontrar o teu próprio caminho)

1. O que te deixa feliz

E eu já sei o que você vai responder: “eu gosto de estar entre amigos e as pessoas que eu gosto” mas respostas óbvias não vão ajudar.

Por que você gosta de estar com teus amigos? Sobre o que você e teus amigos mais conversam?

Eu sei, sobre várias coisas, mas tem algum assunto que rende mais, que vocês realmente gostam de conversar…

2. Quando você está sozinho, o que você faz?

Você vê filmes, pratica esportes, você toma um café? Pense com calma sobre o porque de cada coisa.

Se quando você está sozinho você não faz nada, fica parado e pensando, você pensa sobre o que? A conversa interna entre você e você mesmo é sobre o que?

3. Quem você admira?

Pense agora em quem são suas referencias, aquelas pessoas que você admira.

Seu pai? Não, seu pai não conta, por que seu pai é sua referência por que é seu pai. Pense nas outras referências.

Pessoas que você admira, um líder espiritual, um político, um artista, um formador de opinião. E depois entenda de modo racional, o que exatamente faz com que você admire essa pessoa. O que você tem em comum com ela?

4. Qual foi a última vez que você sentiu orgulho de algo que fez?

Sem muito detalhe, a pergunta já diz tudo. Se lembra da última vez que você sentiu orgulho por alguma cosia que  fez, seja um trabalho, alguma coisa em um esporte, alguma coisa relacionada a arte, trabalho voluntário quem sabe…

5. Qual foi a última vez que ficou ansioso por alguma coisa?

Me refiro a aquela ansiedade boa, a expectava positiva. Como por exemplo a expectativa de uma viagem, ou uma festa. Existe algum projeto pessoal, algum trabalho ou alguma coisa que você fosse fazer que te causou essa expectativa?

6. Por que seu melhor amigo gosta de você ?

Se você fosse seu melhor amigo agora, e tivesse que pensar, de maneira racional, quais são os motivos pelos quais o seu amigo gosta tanto de você, o que ele responderia?

7. Qual foi a última vez que você perdeu a hora?

Algum dia na sua vida você esteve tão compenetrado em alguma coisa, que esqueceu do resto do mundo e ficou lá fazendo aquilo como se não houvesse amanhã?

8. Se tivesse certeza de que não fosse falhar, que plano executaria hoje mesmo?

Se por acaso existisse mágica, e  você tivesse uma convicção absurda de que um dos vários planos que você já fez, fosse dar certo, qual dos planos escolheria pra tirar da gaveta e começar hoje mesmo a pôr em pratica?

9. Como você gosta de ajudar os outros?

Eu não pedi se você gosta ou não gosta de ajudar os outros, eu pedi como você gosta, isso diz muito sobre você.

Quando alguém está com algum problema e te pede ajuda, qual exatamente é a primeira coisa que tu faz? E como você faz?

Você dá apoio verbal, apoio emocional, apoio físico, apoio financeiro, ou você ouve a pessoa calmamente porque sabe que só ouvir vai fazer ela se sentir melhor?

10. Se tivesse que trabalhar de graça por uma semana. Mas pudesse escolher que trabalho faria, o que você faria?

Talvez você escolhesse algo que gostasse tanto que faria até de graça. Talvez  escolhesse algo que admira, ou talvez escolhesse algo que fizesse o mínimo possível de esforço por que você não gosta muito de fazer esforço. Pense sobre isso…

11. Se morresse amanhã, e eu fizesse uma homenagem a você no seu funeral, o que você gostaria que eu falasse?

Eu acho que eu não preciso dizer mais nada…

Você não precisa responder exatamente o que essas perguntas pedem, apenas reflita e ouça o que a sua intuição diz. Talvez a resposta venha logo em seguida ou talvez daqui uns dias.

Eu espero ter ajudado.

Sobre o autor

Copini

Sou o responsável pela Alphalife, nos últimos tempos me dediquei a ajudar os homens a conquistar as mulheres e melhorarem seus relacionamentos.

comentários

Alphalife - Matheus Copini - Todos os direitos reservados 2017