Como construir Autoestima

Aqui está um grande desafio pra mim, falar de autoestima sem parecer auto ajuda e sem ser óbvio demais. Na verdade eu não sei se eu vou conseguir fala algo além do óbvio dessa vez, o que importa é que eu ajude pessoas sem auto estima a construírem ou pelo menos entenderem o que isso significa. 

Se torna um pouco difícil falar sobre isso por que isso é algo bastante simples. Construir auto estima é algo muito simples, só que por ser simples não significa que é fácil. É simples mas é difícil. Você sabe o que precisa fazer, mas precisa de consistência pra fazer isso a longo prazo.

Se você é uma pessoa que está no desespero e quer uma autoestima pra ontem, infelizmente não existe isso. Um aluno meu que está cursando o meu treinamento Lover me mandou uma dúvida. E quando eu fui responder essa duvida eu acabei me empolgando e estou transformando essa resposta em vídeo

– Link do treinamento Lover 

Em primeiro lugar eu quero dizer que não sou nenhum psicólogo e eu não me importo com o conceito dos psicólogos sobre autoestima, amor próprio, confiança, ego e etc. O fato é que todas essas coisas tem uma grande diferença uma da outra.

Pra que você entenda de maneira simples eu vou usar um desenho. Nos temos aqui 5 círculos de cores diferentes. Faça de conta que eles representam uma pessoa e a energia que essa pessoa exala.

O primeiro circulo é o seu Eu, a sua essência. É aquele ser que você só reconhece quando está voltado pra si em uma meditação.

A segunda esfera é a esfera do amor próprio. O nome já diz: amar a si mesmo, gostar de si mesmo.

A terceira esfera por sua vez, é a auto estima. Logo mais eu falo sobre ela com detalhes. O fato é que não conseguimos ter autoestima sem amor próprio.

O quarto círculo é o da confiança. A confiança é o nosso sentimento de capacidade pra realizar uma determinada
tarefa. Eu já fiz um vídeo sobre confiança, depois de ver esse vídeo dá uma olhada nele.

Confiança, como ser mais confiante

E o quinto circulo é algo negativo. É o circulo do ego. Quando temos amor próprio demais, auto estima demais, confiança demais nos tornamos prepotentes, egocêntricos e narcisistas e o ego cresce e isso atrapalha as outras pessoas, isso é  algo muito negativo. E isso é negativo pelo simples fato de que não somos o centro do universo e não estamos sozinhos no mundo.

Veja essa imagem agora e entenda por que o ego é negativo. Eu não preciso falar mais nada, você já entendeu. Vou dizer apenas uma frase:

A nossa liberdade termina onde começa a dos outros

Se amor próprio é gostar de si mesmo, autoestima é gostar de estar vivendo a nossa própria vida.

Amor próprio é sobre o que nos somos,  autoestima é sobre o que fazemos, confiança é sobre como fazemos e ego é sobre por que fazemos.

Se você se sente meio sem disposição pra fazer as coisas, as atividades, sejam de lazer ou de obrigação, isso é um sinal de baixa auto estima. A auto estima é como se fosse um combustível, é o que nos dá motivação pra faze as coisas, é a disposição física, mental e espiritual.

Só que se você está vivendo a vida e não gosta da vida que tem, não é simplesmente estralar os dedos e começar a gostar dela. Você vai começar a gostar dessa vida a partir do momento que tiver mudanças nela. É simples de entender, mas é difícil de construir isso a longo prazo por que exige consistência.

Eu acredito que nada existe em vão, qualquer coisinha, qualquer desconforto seja ele mental, emocional, físico ou espiritual, tudo existe por algum motivo. E o motivo de existir auto estima ou a falta dela é que nós temos um caminho a seguir, mas as vezes seguimos o caminho errado. E então o universo nos dá sinais de que nos estamos fazendo algo errado, é como se ele puxasse a nossa orelha, desse um aviso.

E um desses sinais é a falta de autoestima. Falta de autoestima nos causa uma certa dor, um desconforto, e como nós estamos condicionados mentalmente a buscar o prazer e fugir da dor, tomamos uma atitude e buscamos construir auto estima. Simplesmente por que precisamos disso pra ter motivação pra realizar as tarefas, as nossas missões.

Muito bem, você já entendeu e deve ta pensando: “ok Copini, vai direto ao ponto e me explica logo como construir autoestima”

A vida, ou melhor, a autoestima, é composta por diversos pilares. E cada pilar representa uma certa área da nossa vida. Quando esses pilares estão mais ou menos equilibrados, vamos ter autoestima. E não existe nenhum segredo, nenhuma técnica milagrosa pra construir autoestima, existe apenas o básico, o simples: construir e fazer a manutenção de todos esses pilares. Pronto.

Imagina que você tem uma casa que é sustentada por vários pilares. Se um desses pilares quebrar, não significa necessariamente que a sua casa vai desmoronar, só que os outros pilares que ficaram lá, estão sobre mais pressão e fica mais fácil de mais um pilar quebrar.

E quanto mais pilares quebrarem, mais perigoso fica da sua casa desmoronar, talvez ela desmorone só um pedaço, talvez ela desmorone por completo. Se algum dia essa casa desmoronar por completo você vai estar num estado crítico de depressão.

Ninguém tem todos os pilares resistentes e completos, assim como ninguém está sem nenhum pilar.

Eu vou te falar rápido sobre esses pilares e a sua função vai ser construir esses pilares, ou fazer a manutenção dos pilares que estão fracos.

Você meio que já sabe quais são esses pilares e sabe que um deles é o pilar do relacionamento (pilar afetivo). E só pra entender:

Digamos que uma pessoa com a autoestima muito baixa conhece alguém, se apaixona e começa a ter um relacionamento. E ela passa a ter um pouquinho de autoestima, mas essa pessoa e esse relacionamento passam a ser o único pilar da vida dela, então ela começa a sugar toda a energia vital do relacionamento. No caso do homem, começa a ser submisso, no caso da mulher começa a ser grudenta.

E então o relacionamento por si só deixa de ter um equilíbrio, e sem equilíbrio, algum dia ele vai terminar. E quando terminar cara, ai é foda. Por que o único pilar que sustentava a vida dessa pessoa foi quebrado e aí ela cai direto pra uma depressão.

Com isso você entendeu pra que servem os pilares e só com vários pilares vamos construir a tão falada autoestima.
Devem existir vários pilares, mas 8 deles são principais. Eu vou te falar rápido sobre cada um desses 8 pilares, e você vai ver quais deles você tem, quais não tem.

Os que já tem, vai deixar cada vez mais fortes, os que não tem vai construir.


privacy Suas informações estão 100% livres de SPAM.

Sobre o autor

Copini

Sou o responsável pela Alphalife, nos últimos tempos me dediquei a ajudar os homens a conquistar as mulheres e melhorarem seus relacionamentos.

comentários

Alphalife Coach - Matheus Copini - Todos os direitos reservados 2014 - 2016

Baixar Curso Gratuito

Suas informações estão 100% seguras

Baixar Curso Gratuito

Suas informações estão 100% seguras