Meditação para quem nunca meditou

Todo mundo já ouviu falar em meditação e sabe que a medição é bom pra alguma coisa. E a primeira coisa que vem na cabeça quando se fala nisso, é uma pessoa extremamente calma, sentada em baixo de uma arvore na posição de lótus.

As pessoas pensam que meditar é sentar, se concentrar e não pensar em nada. Aqui nos já temos uma contradição.

Primeiro, é quase impossível não pensar em nada. Segundo se eu vou me concentrar eu vou me concentrar no que?A partir de agora eu vou dar uma explicação bem rápida sobre a mediação.

1. O propósito

Antes de meditar você precisa entender qual é o proposito de uma meditação. Relaxar? Ser uma pessoa mais calma? Não. Esse não é o propósito, isso é a consequência da prática da meditação.

Se você me conhece e já e assiste meu canal, sabe que eu falo muito em sair da matrix. E digo que a matrix está em tudo, família, amigos, trabalho, mulheres. E aí você acaba pensando que se  sair da matrix, não vai mais ter contato com amigos mulheres e família mas não é nada disso.

Você vai simplesmente transcender a matrix. Você não vai sair desse mundo e ir par um outro mundo ou viver isolado em uma ilha. Nada disso.

Você continua vivendo no mesmo lugar, com as mesmas pessoas, mas a sua mentalidade é que muda, o seu propósito muda. E eu falo muito também em voltar pra dentro de si, para o eu da alma. E uma das formas mais fáceis de fazer isso é através da meditação.

Esse é o proposito da meditação, voltar pra dentro de si e sentir uma profunda harmonia com todo o universo. São coisas que não se explicam com palavras, é só vivendo isso pra saber.

Dizem os mestres de meditação que é possível mergulhar tão profundamente em si mesmo que nada é capaz de tirar a tua paz. Eu acredito que isso se consegue ao longo do tempo na prática mesmo.

Se você é uma pessoa que não aceita muito essa parte espiritual, eu vou te falar com outras palavras. Nós temos uma mente que não se aquieta nunca, o fluxo de pensamentos que ela produz é rápido demais, por isso que a humanidade tem tantas doenças psicológicas como depressão, nervosismo, ansiedade.

E por isso que tantas pessoas buscam silenciar a própria mente, viver o presente momento, desligar ou ao menos diminuir esse fluxo de pensamentos. E um dos propósitos principais da meditação é silenciar a mente. As pessoas mais espiritualizadas chamam isso de se aproximar de Deus, ou do seu lado divino, seu eu da alma, seu coração, tudo faz sentido.

2. A prática

A prática em si da meditação, é algo muito simples. E o simples é o que funciona. Mas a teoria que tem por trás de tudo isso é algo muito complexo, chega ser uma ciência. Então eu vou te falando algumas dicas práticas de como meditar e ao mesmo tempo vou te falando a teoria por trás.

A meditação é como um exercício físico, dá resultado a longo prazo e se deve começar aos poucos. Só que ao invés do físico ela é um exercício da alma.

Se você tentar agora ficar parado, tanto mentalmente quando fisicamente, você vai acabar ficando incomodado, por que isso não é natural pra você.

Portanto, se você sentar na posição de lótus, em 1 minuto tu vai ficar agoniado, suas perna vão começa a doer, vai começar a surgir coceiras pelo corpo inteiro, dores nos nervos, nos músculos. Você vai esta totalmente desconfortável. E mentalmente vai se passar tudo que é lixo na sua cabeça, preocupações, medos, angústias, lembranças.

Então não tente isso, isso á algo avançado, é pra quem já tem muita facilidade em entrar no estado meditativo.

3. O horário

Dizem que o melhor horário é pela manhã. Mas eu medito no início da noite por que é o horário em que eu volto do meu treino, então meu corpo está cansado e o cansaço do treino ajuda a minha mente a produzir menos pensamentos.

Não existe um horário específico, mas essa minha dica pessoal é algo que vai te ajudar no começo.

4. O Local

Não necessariamente você precisa meditar na natureza, em baixo de uma árvore. Mas sempre que possível faça isso por que a energia que tem ali é algo que vai te ajudar muito a entrar em um estado de meditação, é muito mais simples você se sentirem sintonia com o universo se está no meio do natureza.

Mas eu sei que isso não é acessível pra todas as pessoas. Então isso pode ser feito na sua casa, sem problema. Mas é importante é que seja um lugar calmo, com silêncio, que ninguém te atrapalhe, que você possa ficar pelo menos meia hora ali sem ninguém te atrapalhar.

Outra coisa importante é que se voce fez uma meditação no seu quarto e vai fazer uma meditação no dia seguinte, faça no mesmo local. Você criou uma sintonia com aquele ambiente e isso se mantem ao longo do tempo.

5. A Música

Bem no começo é extremamente difícil meditar, é difícil relaxar. Então uma música relaxante pode te ajudar, mas isso não é necessário. Isso é apenas um adicional.

No caso de você querer colocar uma música, escolha alguma musica que tenha uma energia calma, de preferência sem voz. Não sabe qual musica usar? Vá no youtube e coloca ‘musicas para meditação’, é bem simples.

6. O Corpo

Muito bem, já tem horário e ambiente, mas o que fazer com o corpo na hora de meditar. Como eu disse, começa pelo que é mais fácil.

Fique deitado de barriga pra cima, com um travesseiro. E alguma coisa que fique embaixo das suas pernas pra dar uma pequena elevação, pode ser um travesseiro ou cobertor. As mãos ficam sem tocar no corpo, afastadas. Não deixe elas sobre o peito ou sobre a barriga.

Essa é uma posição confortável, você vai conseguir relaxar. É importante que você não fique de lado ou coma barriga pra baixo por que assim você vai dormir, e meditação não é dormir.

Quando você sentir que está a vontade em uma posição boa, vai ficar sem se mexer, vai se mexer o mínimo possível. Nas primeiras vezes vai sentir tensões no corpo, coceiras, dores, mas isso é só nas primeiras vezes.

7. A Mente

Aqui é o foco, tentar desligar a mente. Se eu falar pra você não pensar em nada, não tem como. Se eu falar pra você se concentrar em alguma coisa, eu estou sendo contraditório, por que eu quero que você desligue a mente. Então o segredo aqui é você ser um observador sem julgamentos.

Muitas pessoas dizem pra você se concentrar na sua respiração. Isso é uma ferramenta, por que te ajuda a não pensar nas outras coisas, mas você força a mente pra ficar focado na sua própria respiração. Quando você se torna um observador sem julgamentos, você escolhe alguma coisa pra ficar observando, mas sem tentar ficar concentrado.

Você pode escolher a sua própria respiração, você pode escolher a música, se tiver silêncio e tiver ouvindo as batidas do seu coração pode escolher elas, se estiver na natureza e tiver som de pássaros escolha esse som. Se estiver chovendo, escolha o som da chuva.

Seja lá qual for o elemento que você escolheu, use ele como âncora. Ouça o som da chuva, dos pássaros, da sua respiração mas não julgue, não raciocine sobre esses sons, apenas ouça, não tente se concentrar demais nisso, apenas ouça.

Se eventualmente a sua mente puxar outra coisa pra pensar, e criar um pensamento aleatório, deixa esse pensamento fluir mas não julgue, não se irrite por não conseguir não pensar em nada.

E logo depois que esse pensamento passa você volta pra sua ancora, que pode ser a respiração, a chuva, os pássaros, a música, as batidas do coração, o barulho do ar condicionado, qualquer coisa.

No começo isso é bem complicado, mas depois se torna fácil.

Tudo isso é o básico da meditação, e esse vídeo foi feito pra quem nunca meditou. Talvez algum dia eu faça um vídeo em um nível mais avançado.

Eu acredito firmemente que você não precisa de mantras, de incensos e da posição de lótus, isso são apenas adicionais.
Dizem que é melhor meditar sentado, com os pés em contato com o chão por que existe uma troca de energias diferente, e a unicidade com o universo é maior, provavelmente seja mesmo. Mas é um pouco mais difícil de relaxar, deixe pra fazer isso quando você tiver mais facilidade de entrar nesse estado.

A meditação é algo incrível por que chega um ponto em que você não precisa mais fazer todo esse ritual de entrar em um quarto escuro e silencioso pra relaxar. Você consegue relaxar em praticamente qualquer lugar, basta você aprender a controlar o seu fluxo de pensamentos.

Existe a meditação ativa também, que eu acho muito interessante. Que diz que se você está fazendo alguma atividade e está totalmente focado nela sem deixar que a sua mente viaje pra outro lugar isso já é uma mediação. Por exemplo: você criou o hábito de mexer na terra, mexer com plantas, toda vez que você vai cuidar das suas plantas, de certa forma aquilo já é uma meditação. Se tu tiver aprendido a relaxar a silenciar a mente.

Sobre o autor

Copini

Sou o responsável pela Alphalife, nos últimos tempos me dediquei a ajudar os homens a conquistar as mulheres e melhorarem seus relacionamentos.

comentários

Alphalife - Matheus Copini - Todos os direitos reservados 2017