O Maior ensinamento de Bruce Lee

Transcrição do vídeo:

“Limpe sua mente, seja sem forma, como a água.  Se você coloca a água em um copo, ela se torna o copo, se coloca a água em uma garrafa, ela se torna a garrafa.  A água pode fluir e pode quebrar. Seja como a água.”  Bruce Lee

O meu nome é Copini e seja bem-vindo a mais um vídeo. Eu disse que eu ia começar a falar sobre espiritualidade e eu vou usar o Bruce Lee pra introduzir esse assunto.  Esses dias atrás eu li um livro sobre ele, o resumo desse livro é como e por que ele era tão foda em tudo que fazia.  Se eu fosse explicar isso com detalhes eu levaria horas, então eu vou direto ao ponto.

Bruce Lee além de lutador, instrutor de artes marciais e ator era filosofo. O fato que eu mais gosto sobre ele é que ele tinha uma premissa básica pra vida dele que dizia que ele nunca tinha como absoluto e definitivo aquilo que um mestre falava pra ele.  Ele aprendeu várias artes marciais, mas nenhuma delas ele tomou como absoluta e definitiva. Ele pegava aquilo que ele julgava bom e internalizava.

Juntando todas as artes marciais, ele criou o Jet Kune Do (o modo de interceptar o punho).  E mesmo quando ele ensinava a própria arte marcial, ele sempre dizia para os alunos dele, para nunca terem aquilo como absoluto. Dizia que pra tudo que eles fossem aprender, eles deveriam refletir sobre aquilo, antes de tomar aquilo como lei.

Acima de tudo o Bruce Lee também era filosofo. Ele estudava muito sobre filósofos antigos, sobre religiões, doutrinas e espiritualidade.  E ele aplicava esse princípio de nunca levar a informações ao pé da letra, mas sim de juntar tudo, pensar sobre o assunto, filtrar e formar a sua própria doutrina ou a sua própria filosofia.

E a filosofia do Bruce Lee se resume em ‘seja como a água’.

Muitas pessoas, só com as palavras iniciais desse vídeo já entenderam o que isso significa. Pra explicar melhor para você, eu tive que ler um segundo livro chamado Tao The Ching, que é praticamente uma bíblia de uma religião antiga e oriental chamada Taoismo. E o taoísmo é a base de toda filosofia do Bruce Lee.

Tao é o todo, é Deus, é o universo.  E o Tao emana uma energia vital chamada Chi, e essa energia é divida em duas partes opostas porém complementares. Eu tenho certeza que você conhece o Yin Yang (positivo e negativo). Você sabe também que yin e yang representa equilíbrio.  Então que lição podemos tirar disso tudo ?

Todas as coisas no universo tem seu oposto, seu complementar. Nada existe sozinho no universo.  O masculino só é masculino por que existe o feminino. O amor só é amor por que existe o ódio. O bom só é bom por que existe o mau, e por ai vai.

Se você acha que “ser como a água” representa apenas ser adaptável, acredito que você esteja equivocado.  Ser como a água representa fluir pelo mundo.  Eu acredito que nós só estámos vivos por que existe uma energia vital no nosso corpo. Acredito também que tudo no universo é energia, os nossos sentimentos, os nossos pensamentos, os nossos desejos, os nossos instintos e por mais que existam explicações científicas para qualquer reação no nosso corpo, mesmo assim  eu acredito que tudo é uma energia.

E essa energia faz parte de um todo chamado Tao, o todo, o universo. E seja lá qual for a energia, ela e dividida em dois, o positivo e o negativo.  Não existe um lado negativo sem um positivo e vice e versa.

Dizem que Deus é amor, é luz e eu acredito que seja mesmo, mas em forma de energia. E essa energia promove a vida em todos os seres vivos, e a renavação do Universo. E é por isso que existe o lado positivo e o negativo, para que o universo se renove.

Todos os seres humanos possuem dentro de si essa energia vital, divida em dois, positivo e negativo (lado bom e lado ruim). Imagina que você está caminhando na praia, com o sol batendo em você. Se o sol bate de um lado, o que acontee do outro?
Ele forma uma sombra.  Ou seja, é impossível termos luz interna sem termos sombra.  É impossível termos apenas qualidades dentor de nós mesmos, sem ter um lado negro. Todos temos um lado negro.

Ninguém é tranquilo o tempo inteiro, ninguém é feliz o tempo inteiro, ninguém tem um relacionamento sem brigas, todo mundo tem conflitos internos.

E o lado negro de cada pessoa pode ser várias coisas.  Ele pode ser um simples mal humor, uma tristeza, um medo, uma angústia, uma raiva.  Pode ser até ganancia, ódio de alguém, ou qualquer outro defeito que nos torna pessoas ruins.

O grande problema é que nós temos uma ideia plantada na nossa cabeça que diz que precisamos ser feliz o tempo inteiro, que precisamos ser realizado o tempo inteiro.  É como se pensássemos que em uma certa época da nossa vida, vamos terminar a faculdade, ter um emprego e ser feliz. Mas não, não vamos, não existe isso.  Vamos passar a vida inteira oscilando do bom pro ruim.

Quando eu falar sobre as qualidades e as coisas positivas da vida, eu vou usar o termo luz.  E quando eu falar sobre as coisas negativas e defeitos eu vou usar o termo sombra.

Nós estamos acostumados a reprimir a nossa sombra e exaltar a nossa luz. Só que dentro de cada pessoa tem as duas energias e as duas precisam fluir com harmonia.

Esse é o Joãozinho. Joãozinho tem um grande problema com o alcoolismo. A sombra dele é o álcool, o vício. Certo dia o Joãozinho tentou largar esse vício e ele parou de beber. Ele ficou 3 meses sem colocar uma gota de álcool na boca.  A energia de luz do Joãozinho estava lá escancarada fluindo nele com naturalidade. Aos olhos de qualquer um isso é ótimo.

Só que ele esqueceu da energia negativa, da sombra. Ele achou que podia simplesmente eliminar essa sombra, mas ele não pode. Ninguém pode.  Ele esta apenas reprimindo a sombra.  E essa sombra esta dentro dele, pulsando, querendo fluir, saindo da jaula, mas ele não deixa.

Só que um dia, em uma certa fase da vida essa sombra reprimida fica tão grande, mas tão grande que ele chuta o balde em um impulso incontrolável de se render ao seu vício.  E ele passa semanas, até meses, bêbado.

Esse foi só um exemplo de como nós reprimimos a nossa sombra achando que temos que ser bons o tempo inteiro, felizes o tempo inteiro, ou até mesmo escondendo nosso medos e defeitos das pessoas.  Quando fizemos isso, chega um dia que essa coisa acumulada explode, e isso sucumbe a nós mesmos.

Talvez seja por isso que as pessoas tem ataques de raiva, de ódio, depressão e por aí vai.

“Ok, mas o que isso tem a ver com o Bruce Lee e ‘seja como a água’?”

É preciso entender que a vida é um ciclo que sempre vai estar se alternando entre bom e ruim, feliz e triste.  São vários sentimentos e nós devemos sentir cada um deles. Devemos vivenciar cada dificuldade na nossa vida.  Se fugirmos da sombra ou reprimirmos isso, elas ficam maiores e um dia explode.

Se vivermos as coisas ruins e as coisas boas, as ruins não vão ser tão ruins assim, por que elas não estão acumuladas.  E essa é a única forma de fluir entre as pedras, como a água É a única forma de termos equilíbrio.

Eu sei que algumas pessoas buscam o tempo inteiro, conceitos lógicos e científicos sobre o que se passa pelo íntimo. Só que nem tudo da pra ser explicado de maneira lógica e é por esse motivo que eu dou tanto valor a espiritualidade.  Só com isso eu consegui ter equilíbrio. É só dessa forma que conseguimos ser como a água e fluir pelo mundo.

 


privacy Suas informações estão 100% livres de SPAM.

Sobre o autor

Copini

Sou o responsável pela Alphalife, nos últimos tempos me dediquei a ajudar os homens a conquistar as mulheres e melhorarem seus relacionamentos.

comentários

Alphalife - Matheus Copini - Todos os direitos reservados 2017