Resiliência, Como ser resiliente

“Enverga mas não quebra”  Alguém já ouviu essa frase?

Em alguns vídeos passados eu mencionei aleatoriamente a palavra Resiliência, e como resiliência é uma palavra bonita, chamou a atenção. E eu acabei recebendo muitos pedidos para falar mais sobre resiliência  e dar mais detalhes sobre como se tornar uma pessoa resiliente.

O que é resiliência e pra que ela serve?

É um conceito extraído da física que significa a capacidade que um material tem de voltar ao seu estado natural depois de ter sofrido alguma alteração. Exemplos de objetos resilientes são: um elástico, uma vara de salto, e um bambu.

Pra simplificar,vou definir a resiliência com as minhas palavras:

Todo mundo vai passar por frustrações, adversidades, problemas e criticas – eu sempre trabalho pra que os homens sejam caras blindados e não se afetem com essas coisas – mas não é sempre que vamos conseguir ser blindados, não é sempre que não vamos nos afetar com as coisas. Uma hora ou outra vamos sair afetados e é nesse ponto que entra a resiliência. Que é a capacidade de voltar ao estado normal o mais rápido possível.

É como se a habilidade de ser resiliente fosse um castelo sustentado 5 grandes pilares. E para que esse castelo esteja intacto todos os pilares tem que ser fortes, se um enfraquece, todos os outros começam a enfraquecer também.

1. Positividade

É bem obvio eu falar que para enfrentar problemas você precisa ser positivo. Mas será que as pessoas conseguem ser positivas mesmo? Ou elas simplesmente pensam: “legal, preciso ter positividade” e nunca conseguem colocar isso em pratica de forma efetiva ?

O segredo está em se condicionar a pensar de uma maneira positiva, e não apenas quando está passando por alguma adversidade, por que aí vai ser algo falso.

O ideal é que sempre, desde agora, você comece a dar mais valor ao lado positivo das coisas do que ao lado negativo. Tudo tem um lado bom e um lado ruim, ver sempre o lado bom é uma questão de hábito.

2. Flexibilidade

Flexibilidade e resiliência são quase sinônimos. Para sermos mais flexíveis, precisamos ter um certo desapego a coisas, a pessoas, e a resultados. E saber que temos corpo e mente evoluídos capazes de suportar mudanças constantes sem sermos afetados.

3. Tolerância á frustração

Se o nome resiliência já é por si só uma analogia à física, nós podemos sempre ir fazendo analogia com o nosso corpo. Nosso corpo tem a capacidade de se curar, ele é resiliente. Nós temos a capacidade de nos dobrarmos, somos flexíveis.

E Quando capinamos um lote o dia inteiro o que acontece com a nossa mão? – eu sei que você nunca capinou um lote

A nossa mão enche de calos. Eu por exemplo, estou com a mão cheia de calos de puxar ferro na academia. O que isso quer dizer? A minha mão ta mais resistente ao atrito..

No contexto do vídeo, vamos dizer que o atrito é a frustração, e a tolerância a frustração, são os calos na nossa mão.

 

4. Capacidade de aceitação.

Aqui nos temos algo crucial no desenvolvimento pessoal, na sedução e nos relacionamentos: a capacidade de aceitar a própria realidade, por exemplo, se você quer ter sucesso com as mulheres, mas é gordo, é ocioso come o dia inteiro e tem hábitos desprezíveis. – Realmente, aparência não é tudo, mas sera que assim como você está agora, você está bem consigo mesmo a ponto de exalar coisas boas pras pessoas?

Será que uma mulher te olha assim e sente atração sexual por você? Então qual é a solução mais pratica?

Aprender alguma técnica milagrosa de sedução que só vai dar certo de vez em quando? Colocar a culpa nas mulheres, colocar a culpa na mídia e dizer que ela molda um padrão de beleza magro? Não!

O que você tem a fazer é aceitar essa realidade. É se olhar no espelho e dizer pra si mesmo. “tô gordo to feio vou da um jeito nisso, vou entrar pra academia e tomar as providências necessárias”

 

5. Autoestima

Autoestima por si só já dá um outro vídeo, na verdade autoestima dá um treinamento inteiro.  É muito complexo falar sobre como criar autoestima. Mas inevitavelmente autoestima é um pilar para resiliência.

Se você não tem autoestima qualquer frustraçãozinha vai te derrubar. Eu só quero deixar claro o que realmente é autoestima:

Autoestima é confundida com ego, com humor, com felicidade, mas não é nada disso.

Autoestima nada mais é do que o ato de gostar de si mesmo e gostar de estar vivendo a própria vida. E qual a fórmula para começar a gostar de si mesmo e da própria vida?

Pra gostar de si mesmo o segredo ta no desenvolvimento pessoal, é ir assistindo videos como esse e ir se lapidando, e ao logo do tempo você começa a agregar valor a si mesmo. E pra gostar da própria vida o segredo é uma mudança de hábitos e estar sempre procurando novas atividades para tornar a vida algo mais interessante.


privacy Suas informações estão 100% livres de SPAM.

Sobre o autor

Copini

Sou o responsável pela Alphalife, nos últimos tempos me dediquei a ajudar os homens a conquistar as mulheres e melhorarem seus relacionamentos.

comentários

Alphalife - Matheus Copini - Todos os direitos reservados 2017