Trair a si mesmo, também é traição

Trair a si mesmo, para não trair o outro, também é traição.

Traição é uma coisa ruim,com certeza, mas ela é totalmente relativa. Eu acho que ninguém merece ser traído, e ninguém deveria trair. Mas se for parar pra pensar sobre o assunto, vai ver que a coisa não é tão simples

Sabe qual o pior tipo de traição?

E quando você trai a si mesmo, para não trair o outro. Que existem pessoas que traem a si mesmas, isso nós já sabemos,  o que não sabemos é que as vezes as pessoas traem a si mesmas pra não trair o outro.

Você assume um compromisso com uma pessoa, você promete ser fiel a essa pessoa e promete ficar com ela pro resto da vida. E por mais que esteja falando com sinceridade, você não sabe do futuro, o futuro não te pertence. Então o tempo passa, e você sente que aquilo vai esfriando, e eventualmente você sente que não ama mais aquela pessoa, não sente mais atração sexual por ela, não tem interesse em parar e conversar com ela, gastar o seu tempo com ela, a presença dessa pessoa é um incomodo pra você. Eu sei que você já passou por isso…

Mas você continua com essa pessoa por que você é fiel, por que valoriza o relacionamento e o compromisso,  e por que você, mesmo não amando e não sentindo atração, não iria trair.

Mas será que você não está traindo a si mesmo, ficando com uma pessoa contra a sua vontade?

E não, eu não estou dizendo que você deve trair, eu to dizendo pra você repensar o sentido da palavra compromisso.

Se você mantém um relacionamento simplesmente por medo de quebrar uma promessa, ou manter a sua palavra, então o seu relacionamento é um relacionamento de mentira. E digo mais, toda promessa, traz consigo uma mentira. Você não deve prometer algo pra alguém por que não sabe como vai se sentir no futuro.

Você tem um eu verdadeiro, que só se manifesta através da verdade e da liberdade. O amor verdadeiro também se manifesta através da liberdade, não pode existir uma obrigação. Se você fizer uma promessa em torno do amor, vai chegar um dia no futuro, em que essa promessa se torna uma obrigação, e nesse ponto o amor morreu, por que tudo muda, tudo passa, sejam coisas boas ou ruins.

Liberdade é quem você é.

Se alguém ou alguma coisa tira a sua liberdade você não é mais você.

E só pra que você não me entenda mal, falta de liberdade não está relacionado ao fato de você ter que seguir um “código moral” ao entrar em um relacionamento. E também não está ligado ao fato de você ser solteiro. Eu não acho que você seria mais livre e mais feliz se fosse solteiro. Solteirisse não é sinônimo de liberdade, assim como compromisso não é sinônimo de felicidade.

A moral da historia é:

Só fique com uma pessoa se for por livre e espontânea vontade, e a pessoa que esta com você, só queira ela com você, se for por livre e espontânea vontade dela. Esse é o ponto de equilíbrio.

Sobre o autor

Copini

Sou o responsável pela Alphalife, nos últimos tempos me dediquei a ajudar os homens a conquistar as mulheres e melhorarem seus relacionamentos.

comentários

Alphalife - Matheus Copini - Todos os direitos reservados 2017